O QUE POSSO FAZER PARA AJUDAR MEU FILHO????

parents-and-children-1794951_1920

O QUE POSSO FAZER PARA AJUDAR MEU FILHO???

Escrito por Grazielle Fachini

Psicopedagoga e Psicanálista

Está é uma pergunta que com frequência escutamos nos mais diversos ambientes (escola, consultório, familiar entre outros), mas lhe faço outra pergunta. Você já abraçou seu filho hoje?

Talvez esteja se questionando devido a tal pergunta, mas, posso lhe assegurar que o afeto é o primeiro canal de comunicação que devemos estabelecer com nossos filhos, através dele acessamos o seu mundo interior, construímos pontes de ligação, criamos espaços para o diálogo e afirmamos a confiança, assim, não deixe que as rotinas diárias lhe roubem todo o tempo.

O abandono emocional de crianças e jovens em seu próprio lar é crescente. Assim como o aumento dos problemas de aprendizagem, que em boa parte estão relacionadas a fatores emocionais.

Pais, nossos filhos não precisam do celular mais recente, do vídeo game novo, do tênis de marca, de grandes festas ou da infinidade de coisas a que somos estimulados a consumir diariamente. Nossos filhos precisam de nós, da nossa presença, do nosso colo, da conversa ao pé da orelha, do nosso olhar de reprovação, do nosso não. Isso mesmo, nossos filhos, também precisam do nosso não, precisam aprender sobre os limites, sobre o respeito, a solidariedade e a resiliência.

Por isso vamos abraçar nossos filhos, perguntar como foi o seu dia na escola, se aprendeu algo que gostaria de contar, como foi com os amigos, se ele tem sonhos, do que ele tem medo, seus desejos, suas dúvidas e inquietações. Mas devemos ir a estes encontros de alma leve, desarmados, munidos de paciência, tolerância, com toques de generosidade, compreensão e doses extras de muito amor.

E não pense que para fazer isso tudo você precisa de um tempo extra, de local ou horários estabelecidos. O melhor de tudo é que podemos fazer parte da vida dos nossos filhos o tempo todo, conversem na hora das refeições, no trajeto a escola, peça que seu filho puxe uma cadeira e sente próximo a você, enquanto prepara os alimentos que serão servidos a sua família, aos finais de semana criem momentos família, assistam filmes juntos, peça para seu filho lhe contar ou ler histórias.

Enfim participe e deixe seu filho participar de sua vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *